O Tour de France e o Giro de Itália fizeram da Europa sinônimo de ciclismo. Mas você não tem que ser um profissional para desfrutar dos prazeres de pedalar pela bela zona rural do passado e locais históricos. A Europa está repleta de ciclovias e trilhas, dessa forma você pode desfrutar da região em seu próprio ritmo.

Dia 1-3
Distância: 400km / 250mi

Londres a Bruxelas

  • No caminho para o Canal Inglês, explore o impressionante Casteo Deal, construído por Henry VIII na forma de uma Rosa Tudor.
  • Pegue o trem, que atravessa o Eurotunnel até Bruxelas, ou use o transporte de Folkestone para Calais, na França, e continue em direção a Bruxelas.
  • Caminhe pelo coração de Bruxelas e a impressionante Grand-Place, um Patrimônio Histórico da UNESCO.
  • Explore o edifício mais emblemático da cidade, o Atomium, modelado na estrutura de um átomo.
  • Chocolates belgas são mais gostosos quando degustados em Bruxelas. Faça uma parada no Museu do Cacau e Chocolate, ou na Casa dos Principais Fabricantes de Chocolate Belga.

Dia 4-7
Distância: 300km / 185mi

Bruxelas a Amsterdã

  • Explore Gante a pé ou de bicicleta, barco ou vespa, mas não deixe de visitar a catedral de São Bravo e o retábulo mundialmente famoso da “Adoração do Cordeiro Místico” do pintor flamengo Jan van Eyck.
  • Após seu momento místico, ingresse na diversão, na Praça Korenmarkt.
  • As ruas planas de Bruges são ideais para o ciclismo. Siga pela estonteante praça principal e pelo colorido mercado livre, no coração de Bruges.
  • Para a melhor vista da cidade, escale o topo da torre de Belforte, no centro histórico de Bruges.
  • Dê um descanso para suas pernas e veleje nos canais de Bruges.
  • Fora de Amsterdã, a rota Bollenstreek é plana o suficiente para pedalar por milhas de campos de tulipa. Se preferir, faça um cruzeiro ao longo de praias, dunas e das Ilhas Wadden na costa litoral holandesa.

Dia 8-10
Distância: 420km / 260mi

Amsterdã a Luxemburgo

  • Siga para Utrecht e explore os arredores verdes e inspiradores na rota Westbroek.
  • Faça uma parada em Liège para visitar o Palácio dos Príncipes-Bispos e depois passeie pelo Coteaux de la Citadelle, ao longo de pátios e pomares, para uma viagem de volta no tempo.
  • A elegante capital de Luxemburgo é o local ideal para se conhecer a pé, com passeios pelos antigos castelos em topos de montes, fortalezas, palácios e a estonteante zona rural da região de Ardenas.
  • Para caminhar com um propósito (nem sempre em uma linha reta), experimente a rota do vinho do río Mosela.

Dia 11-13
Distância: 500km / 310mi

Luxemburgo a Zurique

  • De Luxemburgo, explore os abrigos subterrâneos e trincheiras que marcam a histórica Linha de Maginot.
  • Viaje pelo centro de Friburgo e descubra a catedral e os pequenos canais chamados Bächle.
  • Deleite seus ouvidos com um concerto de órgão na quase perfeita acústica da Catedral de Friburgo.
  • À medida que alcançar os Alpes suíços, descanse suas pernas em um tour de bicicleta elétrica de 70 quilômetros que exibe a Região de Basel: a cidade de Basel, as comunidades industriais de Liestal e Sissach e a bela Rheinfelden.
  • Uma vez em Zurique, vá até o vintage Bonde de Ticino, que possui uma vista dos locais mais bonitos da cidade no Rio Limmat, e prove as deliciosas especialidades de Ticino.
  • Ande de bicicleta ao redor do Lago de Zurique iniciando em Kilchberg.. Faça uma parada em Rapperswil para um pequeno break nas cafeterias e sorveterias, e no castelo medieval.

Antes de você ir

  1. Familiarize-se com a bicicleta antes da viagem.
  2. Não esqueça de andar de bicicleta em fila, sempre um atrás do outro.
  3. Verifique a bicicleta de aluguel (freios, engrenagem) antes de iniciar sua jornada.
  4. Traga sapatos confortáveis e específicos de caminhada e ciclismo.
  5. Traga roupa confortável e respirável e de algodão durante os dias que andará de bicicleta.
  6. Não esqueça de embalar uma capa de chuva caso a chuva lhe pegue de surpresa no meio de uma marcha andando de bicicleta ou caminhando. Traga um boné / chapéu para se proteger do sol.
  7. Planeje suas visitas aos monumentos e reserve seus bilhetes com antecedência para evitar filas.
  8. Troque o dinheiro e tenha Euros suficientes antes de partir. Na Europa, você encontrará casas de câmbio se precisar trocar dinheiro.