Subcribe

Novidades dos mais icônicos pontos turísticos da Europa

Quando você pensa na Europa, lugares famosos vêm à mente. Pontos como a Torre Eiffel, o Coliseu e a Torre de Pisa se estabeleceram como os marcos mais icônicos não só no continente, mas também em todo o mundo. Eles têm atraído visitantes internacionais por gerações e por boas razões. Embora estes marcos imperdíveis da Europa permaneçam os mesmos ao longo dos anos, novas opções são adicionadas para tornar a sua visita mais agradável do que nunca.

A mundialmente famosa Torre Eiffel, em Paris, é o lugar mais romântico na Terra e ainda é capaz apimentar as coisas. O primeiro andar, reformado recentemente, conta agora com uma base mais moderna e agitada. Descubra os segredos da estrutura icônica com novas exposições interativas sobre sua história, um piso de vidro que lhe permite se sentir como se estivesse andando nas nuvens, e serviços modernos, como restaurantes, lojas e áreas de observação que transformam sua visita à Torre Eiffel em uma aventura da nova era europeia.

Logo ao lado da França, na Bélgica, o Manneken Pis em Bruxelas data do século 17, mas também está elaborando aventuras mais vibrantes do que nunca. Pare na atração para tirar fotos e ver qual traje a estátua está vestindo. Em seguida, explore as novas experiências que a cidade tem para oferecer como degustação de cerveja em pubs locais, o cenário da dança nos clubes locais e os diversos passeios de chocolate. É tudo ainda mais especial graças a restaurações da Grand Place de Bruxelas, fazendo-a brilhar mais do que antes.

Volte pela França para chegar à Itália, onde você tem marcos históricos mais do que suficientes para escolher. Mas o que tem as mais divertidas novas instalações é o Coliseu, em Roma. Novos projetos de reforma estão em andamento para ajudar a preservar mais do que nunca a lendária arena esportiva. Na verdade, existem alguns planos para que o Coliseu possa sediar shows e eventos para quando a renovação for concluída. E a região próxima ao Coliseu oferece uma infinidade de restaurantes, hotéis e museus que mantêm a sua viagem de volta no tempo o mais confortável possível.

Continue o passeio histórico ao visitar Pompeia. Depois de um intenso projeto de restauração, a Villa dei Misteri (uma casa fora da cidade) oferece vistas do passado ainda melhores. Os afrescos nas paredes da casa retratam as pessoas que viveram um dos eventos mais trágicos da Europa.

Se as suas viagens o levarem para o norte, visite o Castelo Kronberg, na Dinamarca. Você pode conhecê-lo melhor como o Castelo de Hamlet, já que tem sido a casa da peça de teatro por quase 200 anos. Na verdade, o 400º aniversário da morte de William Shakespeare e 200º aniversário da peça Hamlet no Castelo ocorre em 2016. Esteja lá para ver as novas atrações e performances.

Ou vá para a Polônia, onde você pode explorar o museu subterrâneo de Rynek Glowny, na Cracóvia. As passagens subterrâneas apresentam uma arquitectura medieval que data do século 12. Mas novas reconstruções 3D fazem tudo ganhar vida. Outros marcos históricos para ver incluem o épico arranha-céu de Londres, The Shard, e o Patrimônio Mundial da UNESCO recentemente anunciado, Éfeso, na Turquia.

Claro que, mesmo com estas novas aventuras emocionantes e renovações, os pontos turísticos mais famosos da Europa ainda permanecem como sempre foram – atemporais, de tirar o fôlego e à espera de sua chegada.

O que considerar antes de viajar

load more

Dicas para considerar enquanto viaja

Turismo com bom gosto

Se você gosta tanto de cozinhar quanto gosta de viajar, por que não combinar essas duas paixões e embarcar na mais nova viagem gustativa? Com o turismo gastronômico em alta, os viajantes do mundo todo conseguem ter uma perspectiva única quanto à culinária nativa do país, e como ela é preparada enquanto vivencia a cultura local, belas vistas e atrações. Experimente fazer uma aula de culinária na Europa e aprenda os segredos culinários dos chefs mundialmente renomados em alguns dos cenários mais espetaculares do continente. Aprenda a fazer paella em Valência, como se produz queijo no Sul da França, ou sobre abater um leitão no interior inglês.